Notícias Casillero del Diablo

Vale do Limarí

Novembro 11, 2011

valle-del-limari

Localizado a 400 quilômetros ao norte de Santiago, no extremo sul do deserto de Atacama, encontra-se o Vale do Limari. As puras e cristalinas águas do rio que leva seu mesmo nome, provenientes da Cordilheira dos Andes, são as responsáveis por dar vida a este verdadeiro Oasis, que está rodeado por uma paisagem árida e desértica no alto da IV Região do Chile.

No princípio da década de 90 iniciou-se o plantio de diferentes variedades de videiras nos solos de Limarí, feito inédito nessa época, mas que teria seus frutos em mediados da década de 2000. Foi assim que Casillero del Diablo apostou nesta zona, chegando atualmente a ter diversas uvas com Denominação de Origem: Vale do Limarí, destacando variedades como Sauvignon Blanc, Chardonnay, Pinot Grigio, Pinot Noir, entre outras.

LimaríEntrando em uma área mais técnica, seu clima, solo e céu são absolutamente diferentes do resto dos vales no Chile. Nos seus solos milenares, correspondentes a um antigo leito marinho, as escassas chuvas não foram capazes de lavar os sais de cálcio, abundantes no subsolo e aportam uma elevada mineralidade aos vinhos. Esta mineralidade permite apreciar melhor o frescor e acidez natural que tem os vinhos elaborados nesta zona.

Pode parecer uma contradição que um vale localizado em uma zona semidesértica seja considerado um lugar frio, mas este é o caso do Limarí. A Cordilheira da Costa, barreira protetora dos ventos que provém do Oceano Pacífico, não está presente neste lugar, por isso que a influência marinha é muito maior que no Vale Central. A média de temperatura anual é de 15°C e a temperatura máxima, entre Novembro e Fevereiro é de 26°C.

limariAlém destes importantes fatores, esta zona possui um dos céus mais transparentes do mundo. A falta de umidade na atmosfera faz com que a radiação solar seja muito alta, fazendo com que a pele da uva seja mais grossa e capaz de produzir vinhos muito concentrados. A claridade da atmosfera junto com a grande quantidade de dias despejados é a principal razão para que nesta região se encontrem os observatórios mais importantes do Chile e do mundo.

“Junte à alta luminosidade que existe nesta zona durante o dia, é pelas manhãs que as frias brisas e neblina proveniente do Oceano Pacífico refrescam as parreiras, diminuindo a luminosidade direta matinal, permitindo conseguir vinhos de grande qualidade com um marcado frescor, o que se soma a uma fruta com menor doçura”, afirma Marcelo Papa, enólogo de Casillero del Diablo

Marcelo acrescenta que durante os últimos cinco anos o Vale do Limarí alcançou grande reconhecimento e posicionamento no mundo. “Limarí sempre foi reconhecido pela elaboração do pisco chileno, hoje esta zona está sendo conhecida pelos extraordinários vinhos que estamos criando”, conclui.


Postado em: TEMAS
+ CERRAR
});